Logística

Problemas logísticos que afetam a qualidade do café.

Problemas logísticos que afetam a qualidade do café
Equipe Conteflex
Escrito por Equipe Conteflex

Quer superar os problemas logísticos na exportação do café e garantir um produto final de alta qualidade? Então confira o nosso texto.

Tendo o plantio iniciado por volta de 1727, em razão das ótimas condições climáticas do nosso país, o café foi responsável pela produção de riquezas para o Brasil e até hoje é um dos nossos principais produtos.

Porém, essa relevância sempre foi acompanhada de alguns problemas desde ferramentas adequadas para a colheita até embalagens de qualidade para o ensacamento e armazenamento da semente. E por se tratar de um produto natural, os contratempos nessas etapas afetam diretamente a qualidade da mercadoria.

Para detalhar melhor o assunto, preparamos este artigo explicando os principais problemas logísticos na exportação do café, além de mostrar como o big bag pode ajudar em alguns pontos. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

Os principais problemas logísticos na exportação do café

Ferramentas para o envase do café 

Como explicado, por ser um produto natural, o café tem a sua qualidade comprometida quando manuseado de maneira incorreta.

Por isso, uma das grandes dificuldades se encontra no momento do envase, quando as sementes precisam ser colocadas em sacos ou embalagens para o transporte e armazenamento.

Ao utilizar ferramentas obsoletas, o produtor acaba tendo que ter contato direto com o café, correndo o risco de alterar as características originais do produto. Essa dificuldade abrange desde os equipamentos de movimentação, como paleteiras, até embalagens inadequadas.

Tipo de transporte

Não é novidade para ninguém que o Brasil é bastante dependente do modal rodoviário. E como os grãos de café, muitas vezes, precisam ser escoados em grandes distâncias, o produto acaba sofrendo com essa enorme dependência.

O fato é que a infraestrutura das estradas brasileiras não atende a demanda do modal. Asfaltos esburacados e pistas sem sinalizações são alguns dos problemas enfrentados diariamente por motoristas e empresas.

Esse cenário adverso reflete na qualidade do café, tendo em vista que o interior dos veículos também sofre com a má qualidade das estradas. Se a mercadoria não estiver devidamente envasada, por exemplo, corre-se o risco de perder uma boa quantidade do produto só durante o trajeto.

Infraestrutura de armazenamento

O armazenamento é outro ponto crucial para a conservação das sementes. Afinal, fatores como temperatura e umidade têm relação direta com a boa qualidade do café.

Assim como acontece com o transporte, o Brasil não apresenta quantidade e nem infraestrutura adequadas para o armazenamento de produtos. Muitas vezes, mercadorias como o café são estocadas em locais precários, sem a devida proteção de fatores climáticos como:

  • raios do sol;
  • umidade
  • chuva;
  • geadas.

Como o big bag pode ajudar a resolver esses problemas?

Como mostrado ao longo do texto, os problemas logísticos na exportação do café não são poucos. No entanto, tirando as questões macroambientes, como a precariedade das estradas e os fatores climáticos, é possível melhorar a situação utilizando big bags.

Os contentores flexíveis são embalagens industriais utilizados para o transporte, armazenamento e movimentação de mercadorias, incluindo o café — em grão ou moído.

A implementação de big bags na jornada logística do café deixa o trabalho mais inteligente e eficaz, aumentando a segurança e diminuindo os riscos de alteração das características do produto.

Confira algumas vantagens da utilização do big bag.

Maior cuidado no envase

Se tratando do café, o Big Bag Autoportante é o contentor mais indicado, pois é feito com rafia de Polipropileno de alta gramatura e com engates superiores e resistentes que facilitam a movimentação.

A embalagem é excelente para na logística, pois permite que toda a operação seja feita sem intervenção manual, ou seja, sem que uma pessoa tenha contado direto com os grãos. Um diferencial que traz maior segurança e qualidade para o produto e mais agilidade no processo.

Melhor armazenagem

Outra grande vantagem do Big Bag Autoportante é o ganho de espaço na armazenagem. É possível empilhar até quatro bolsas sem dificuldades, otimizando o espaço do galpão e garantindo uma estocagem sem os riscos da umidade e outras consequências inerentes a um armazenamento equivocado.

Transporte mais seguro

O big bag correto impede que o produto vaze durante o transporte nos veículos, independentemente se o caminhão for o indicado para a realização da operação. A embalagem consegue dar maior segurança de uma maneira geral.

Enfim, a exportação do café engloba diferentes etapas. E não há como ser negligente em nenhum dos processos, pois todos são importantes para garantir alta qualidade no produto final. Por isso, analise as dicas apresentadas e traga maior segurança e eficácia para a sua operação logística.

Para entender mais sobre as vantagens dos big bags, confira o nosso guia de contentores flexíveis.

Sobre o autor

Equipe Conteflex

Equipe Conteflex

Deixar comentário.

Share This