Gestão

Giro de estoque: conheça sua importância e saiba como calcular

Avatar
Escrito por Conteflex

Quem trabalha com logística e compras precisa não só conhecer como também saber calcular o giro de estoque. Afinal, é isso o que garante o equilíbrio entre vendas e aquisições, evitando o excesso de produtos armazenados, bem como a falta de itens para atender às demandas dos consumidores.

A ideia é evitar gargalos que possam prejudicar as vendas e resultar em perda de oportunidades. É preciso correr também de estoques lotados, que representam capital estagnado, elevando os custos fixos e trazendo muitos outros problemas. A solução está na melhoria do processo logístico.

Pronto para tirar suas dúvidas sobre o conceito e a importância do giro de estoque, além de aprender a calculá-lo e interpretar seus números? Pois é justamente isso o que veremos neste post! Vamos lá?

O que é giro de estoque?

Basicamente, esse indicador apresenta a performance dos itens armazenados e destaca como anda a utilização dos recursos disponíveis. Esse parâmetro também ajuda a compreender como está a saúde financeira do negócio, bem como assinala a necessidade de atuar estrategicamente para solucionar problemas.

A partir de seu cálculo, é possível identificar ameaças e empecilhos em relação ao estoque no que se refere à contribuição com o lucro. Isso é possível porque é uma medida padronizada, que considera a qualidade das mercadorias paradas. Por isso, o índice pode ser aplicado a qualquer situação, independentemente de tamanho ou complexidade.

Qual a sua importância?

O resultado do cálculo do giro indica quantas vezes cada um dos itens estocados foi renovado no período considerado. A lógica é simples: quanto maior for o número obtido, mais vendas foram realizadas. Essa análise permite fazer previsões de compras e vendas, inclusive em caso de fornecimento em larga escala. Desse modo, é possível evitar prejuízos, pois o gestor sabe exatamente qual a demanda por cada mercadoria vendida.

Perceba que a ideia é avaliar a rotatividade, a velocidade de renovação do inventário ou o tempo médio de permanência no armazenamento de cada produto antes de ser comercializado. Com isso, consegue-se saber quais itens contribuem para o lucro e quais geram prejuízos. Essa é, portanto, uma ferramenta imprescindível para avaliar a gestão do estoque e buscar o equilíbrio junto às vendas.

Como calcular o giro de estoque?

O giro de estoque pode ser contabilizado a partir de custos ou de itens. De toda forma, as fórmulas relacionam o total vendido em determinado período com a quantidade de mercadorias armazenadas.

Para garantir um cálculo correto, o primeiro passo é definir o período de análise. Geralmente, usa-se um ciclo anual. No entanto, você pode considerar outros períodos, inclusive menores, o que é mais apropriado para produtos perecíveis. Em seguida, veja quantos produtos foram vendidos naquele tempo e o volume médio do inventário. Esses dados podem ser referentes a preços ou itens. Aí basta dividir os números para chegar ao resultado!

Que tal um exemplo para ficar mais claro? Imagine que você tem 500 unidades do produto X e foram vendidos 1.500 itens no mesmo período. Nesse caso, dividindo 1.500 por 500, o resultado é 3. Isso significa que as mercadorias foram repostas 3 vezes naquele intervalo de tempo.

Se preferir calcular preços, considere que cada unidade do produto X custa 15 reais. Como há 500 unidades, o valor em estoque é de 7.500 reais (15 x 500). O volume de vendas do período analisado foi de 22.500 reais (15 x 1.500). Dividindo os valores, o resultado é o mesmo: 3.

Se forem vários os produtos armazenados, a ideia é calcular a média de estoque, que considera o total de mercadorias e seu valor. Considere, por exemplo, um estoque médio com valor de 25 mil reais. O volume de vendas anual é de 350 mil reais. Nesse caso, dividindo 350.000 por 25.000, o resultado seria 14.

Viu como é fácil? Agora é só começar a empregar esse cálculo no seu dia a dia para fazer uma previsão de compras e vendas mais precisa. O resultado será mais equilíbrio, com a garantia de aproveitamento de todas as oportunidades de negócio que aparecerem.

Gostou de saber mais sobre esse assunto? Aproveite e entenda também o impacto da tecnologia no controle de estoque!

 

Sobre o autor

Avatar

Conteflex

A Conteflex é ,hoje, uma das maiores e mais respeitadas empresas do setor de produção de Big Bags do país. Com aproximadamente 1325 funcionários, representantes espalhados em todo Brasil que atuam em diversos mercados como: alimentício, fertilizante, minério, petroquímico, açúcar e outros, sendo reconhecida pela qualidade de seus produtos, sistema de gestão integrado, atendimento personalizado e excelente quadro de colaboradores.

Deixar comentário.

Share This